Reality Of Books: Resenha: Confissões de uma Garota Excluída, Mal-amada e (um pouco) Dramática - Thalita Rebouças

Resenha: Confissões de uma Garota Excluída, Mal-amada e (um pouco) Dramática - Thalita Rebouças

Sinopse: Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz. O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.
*Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro para divulgação. 

Tetê é uma adolescente prestes a entrar em uma escola nova para cursar o Ensino Médio já que em sua antiga escola sofria bullying de seus colegas, emocional e psicologicamente. Seus pais estão numa fase bem ruim já que estão desempregados e por isso, vão morar na casa dos avós e lá Tetê se sente um tanto sem privacidade e não vê a hora de que seu pai arrume um emprego.

Tetê está com muito medo de ingressar na nova escola já que sofreu bullying a vida toda e teme que o capítulo se repita pois é uma garota que está um pouquinho acima do peso, usa aparelho e não se encaixa nos padrões de beleza, e ela não dá a mínima, mas as pessoas ao seu redor a criticam por isso, principalmente sua família.

Ao ver essa capa pela primeira vez, quis ler o livro na hora e quando li a premissa fiquei ainda mais curiosa. Já tive oportunidade de conhecer a Thalita em um autografo e ela é simplesmente um amor de pessoa, o que nos faz querer ler de verdade seus livro, porém, infelizmente tive uma grande decepção com esse novo lançamento da autora.

Thalita criou um enredo bem dramático focando principalmente em bullying, dando atenção á uma garota que não se encaixa nos típicos padrões impostos pela sociedade e é um tema que precisa sim de uma atenção mais séria, um tema que deve ser levado á sério e eu particularmente senti que foi tratado de forma muito leviana, mesmo que o gênero do livro seja comédia.

Não consegui me cativar pela história e talvez Thalita tenha escrito o livro somente com a intenção de fazer o público rir, mas não conseguia rir por se tratar de situações que na verdade eram muito tristes. A protagonista sofria situações realmente sérias, em um certo momento foi até fisicamente, e em nenhum momento foi dada a verdadeira importância, foi tratado como algo normal até mesmo pela própria vitima, como se ela não tivesse ligado.

Outra coisa que me incomodou foi a família em geral da protagonista, pois também foi tratado como comédia, quer dizer, a própria família fazer brincadeiras com a garota e exigir dela coisas que não se devem exigir. A garota tem 15 anos e a família já estava cobrando namoro dela (isso existe?), sem contar na parte que o avô de Tetê paga uma garota para ser amiga dela e o avô confessa na maior naturalidade, a família toda age como se fosse engraçado e a própria protagonista não liga para isso. Foi um acontecimento que ocupou duas páginas sendo que com certeza deveria ser desenvolvido com muito mais seriedade.

Por tudo isso, senti muito que o tema em geral foi abordado de forma totalmente irrelevante, como se fosse assim que uma vitima de bullying pensa e com certeza não é. A protagonista não demonstrou de verdade estar mal apesar de ir á um psiquiatra (não entendi até agora o por quê levaram a garota em um psiquiatra e não em um psicólogo)  e Thalita criou personagens e situações totalmente exageradas, situações que tentaram ser engraçadas mas que fugiram totalmente da realidade. Sem contar no excesso de "gírias" atuais, por exemplo: "miga, sua loca" "falsiane" e outras expressões que estão na boca do povo mas que não devem ser passadas para livros, pelo menos na minha opinião.

O que mais me incomodou foi o fato do livro ser considerado uma ajuda para pessoas que sofriam bullying mas que eu particularmente não daria para minha filha ler (se eu tivesse uma), pois não mostra como o assunto é sério e como uma vítima pode sofrer com isso, na verdade leva como se fosse fácil do jeito que foi a superação de Tetê, como se toda a situação fosse igual a dela que tem um final feliz por ela ter mudado um pouco a aparência e ter feito alguns amiguinhos. Por isso e por ser um enredo totalmente forçado, infelizmente o livro não me agradou.

O bullying não funciona assim. É algo que marca a maioria das pessoas que já sofreram e infelizmente não ocorre dessa forma simples e engraçada, muito menos é sentido dessa forma, pelo menos é o que vemos o tempo todo na vida real.

42 comentários:

  1. Olá,
    Uau, a sua resenha está incrível, ainda não li nada da Thalita Rebouças mas tenho muita vontade de conhecer a escrita da autora, achei bem legal você ter ressaltado o fato da Thalita não ter tratado o assunto da forma como você esperava - e como eu esperava também -, mas enfim, amei o post. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Thalita Rebouças é uma escritora incrível, li alguns livros dela e aguentei muita zoação por ser leitura de meminas rs. Esse livro eu passaria a vez e escolheria outro da autora. Mas sua resenha está impecável e muito boa.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Catharina! Sério que o tema foi tratado dessa forma? Que pena! A autora tem um público tão grande, poderia ter aproveitado isso para ajudar quem passa por isso e conscientizar quem pratica.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Oiii Cath, tudo bem?
    Menina eu morro de vontade de ler essa obra, diante de só comentários positivos, ah e lembrando que nunca li nada dessa autora, quem sabe seria uma ótima começar por esse livro.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oiee

    Eu nunca li nada da autora, mas tenho curiosidade.
    Pena que o livro aborda o tema bullying dessa forma. Eu sofri na minha infância e realmente não tem como tratar dessa forma. Uma pena.
    Sua resenha ficou ótima!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nao curto muito o estilo trabalhado no livro e passaria a sujestao mesmo que vc nao tivesse dito seus contras com a trama.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  7. Oie, sabe que comecei a ler esse livro e senti a mesma coisa, não achei graça e acredito que muitas meninas que estão na pele da protagonista não iriam achar também.
    Acho que a Thalita pecou demais nessa história.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Estou reparando que o pessoal tem muitas resalvas quanto a esse livro, acho que ela errou a mão aqui. Não tenho muita vontade de conhecer os livros dela, devem ser legais para o público jovem, mas sei lá parece tudo tão alegre chega a dar a impressão de que tem algo de falso nas tramas dela.

    ResponderExcluir
  9. Olá lindona,
    já li muitas resenhas e todas com opiniões diferentes. Foi bom saber o seu ponto de vista até porque esse livro trás um assunto muito delicado e importante.
    Quem sabe eu leia daqui há um tempo.
    Beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  10. Oi, como vai?

    Conheço a Thalita e seu excelente trabalho, quanto ao livro, como ainda não li não posso opinar, mas, pena que você não tenha curtido a leitura. Eu Gosto de ler sobre o mundo adolescente, por isso quero muito ler o livro para poder tirar minhas conclusões. Obrigada pela dica!

    http://www.cristinadeutsch.org/
    Saudações literárias.

    Beijos no ♥http://www.cristinadeutsch.org/
    Saudações literárias.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  11. Olha, nunca li nada da Thalita, mas sempre ouço falarem bem dela. Eu nunca sofri nenhum tipo de bullying, ou sofri todos e nenhum me afetou, não sei ao certo. Mas sou professora, e vejo no meu dia a dia o quanto esse assunto é complicado. Estranho e uma pena ser tratado dessa maneira no livro.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  12. Oi Cat,
    Quando eu era mais nova, lia muitos livros da Thalita, inclusive a coleção "Fala Sério!". Todos os livro dela, apesar de tratarem de temas adolescentes como namoro, relação familiar e escolar, têm mesmo esta pegada cômica. Não li este livro e só de olhar pra capa e saber que é da Thalita, já espera-se que seja engraçado. Fiquei triste de saber que ela brincou com coisas sérias e não deu a devida importância à mensagem que se deve passar com o livro.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Eu adoro a Thalita e fiquei animada com esse livro, mesmo não tendo mais a idade do público alvo,mas depois que comecei a ler as resenhas dele essa animação tem diminuído drasticamente pois todas dizem a mesma coisa que você. Uma pena que ela não tenha sabido tratar o assunto com a relevância que ele merecia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Eu sinceramente não me interessei por esse livro e agora com as suas considerações fiquei mais temerosa ainda. Acredito que o assunto devia ter sido mais bem abordado, mas ainda assim talvez um dia eu dê uma chance.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Hello!
    Acho lindaaa a capa do livro Thalita Rebouças, mas confesso que o tipo de livro me deixa com preguiça de ler.
    Sem contar que achei machista o titulo, mas foi bom ler a resenha que entendi mais da historia, so tinha uma noção pelo lançamento.
    Achei sem noção fazer graça com o bullying, ja passei por isso e nao vejo a menor graça.
    Ja nao ia ler, e agora que nao vou ler mesmo.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  16. Olá, que pena que a temática do bullying foi tão mal abordada na obra :( . Eu tinha visto esse livro numa feira do livro que eu fui, pela capa e pelo título eu tinha ficado curiosa para saber mais da história, mas fiquei decepcionada agora que vi sua resenha.

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Então... Eu quero ler algo da autora para conhecer a escrita, até pensei em começar por esse livro, mas eu vi comentários parecidos com o seu e fiquei com o pé atrás. E realmente, Bullying é coisa série e deve ser tratado de forma bem delicada para não ferir ninguém. É um tema bem difícil de ser discutido. Ótima resenha! Adorei!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Oi Catharina, tudo bem?
    Entendo tudo o que você falou e concordo. Mesmo assim, acabei amando o livro e dando muita risada :P
    Eu sou super chata e sempre bato na tecla de que devemos problematizar e que a literatura tem um papel social. Então super apoio resenhas como a sua (faço várias assim) , mas eu não levei tudo a sério na história sabe? Levei como um livro de comédia mesmo. Não acho que ele ajuda quem realmente sofre, de maneira grave com esses problemas. Mas acho que ele ajuda de certa forma, como casos mais leves, onde é apenas uma implicância e nada mais.
    Sofri muito bullying e não me senti representada no livro, mesmo assim me diverti. Me diverti com a escrita, com a Tetê, com tudo o mais. Mas a mudança de aparência, me incomodou um pouco, mas não tanto assim :P
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Que bom que gostou do livro, é que eu realmente não achei ai nada simples sabe? Teve uma parte do livro que jogaram uma bola com tudo na menina de propósito e isso abordado com algo normal, em vários momentos apelidavam ela de nomes totalmente ofensivos e acho que era um bulliyng super forte mas não foi tratado da forma certa.
      Mesmo assim, que bom que se divertiu com a leitura e que entende meu ponto de vista :)

      Excluir
  19. poxa, confesso que estou muito decepcionada com a thalita, gosto tanto dos livros dela e pensei que esse por ser sobre bullyng eu ia gostar mais ainda por ser um tema que me interesso por ter sido algo que aconteceu muito na minha infância/adolescência, mas saber que ela tratou isso de um jeito banal me desanimou muito.
    ótima resenha, bjs

    ResponderExcluir
  20. Olá Cathi tudo bem, eu esperava mais desse livro tbm, por ser uma edição da Arqueiro, mas Thalita exagerou demais na criação da personagem dando um exagero e forçando situações, teve partes engraçadas não posso negar. Mas como você disse, não daria para minha filha ler. Gostei da sinceridade. Bjs

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem.

    Eu gosto de ler livros com problemáticas sociais, inclusive o bullying que atinge muitas pessoas na sociedade, principalmente em escolas. É muito difícil ser aceito como você é. Não curtir o fato do livro não levar isto a sério, não li o livro e não pretendo ler, pois ele não me chamou atenção. Mas fico triste se abordagem for esta, pois no mundo de hoje, de tanto desrespeito, precisamos de livros para abrir os olhos e aprender a respeitar o próximo. Já basta as redes sociais que cada dia ensina as pessoas a rirem dos outros.

    beijos

    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Eu tenho visto ótimos comentários sobre o livro, mas acho que ninguém realmente se colocou no lugar das vítimas de bullying. Realmente é um assunto bem sério, e é até entendível que Thalita queira ter colocado o assunto de forma leve no livro, mas não deveria ter colocado de forma tão superficial assim. É uma pena que tenha sido um tema mal trabalhado.
    Ainda assim quero conferir o livro, eu nunca li nada da autora e tenho certa curiosidade em relação a escrita dela.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oie Cath, estava bem animada pra ler esse livro e li vários comentários positivos sobre ele, mas sua resenha me desanimou. Eu imaginava totalmente o contrário. Uma pena a autora não ter sabido tratar o tema com mais profundidade.

    ResponderExcluir
  24. Oie!
    Eu até que gostei do livro, mas realmente, tem muitas situações absurdas e até as reações dela foram bem exageradas. E concordo quando diz que tudo se resolve de maneira muito fácil com alguns amigos e uma boa aparência. Até aprece que é assim tão simples kkkk
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  25. Oi flor, já li outros livros da autora na minha adolescência e gostei muito, uma pena esse ter sido escrito nas coxas assim, esse é um assunto muito sério pra ser tratado por alto assim, como uma coisa fácil de ser resolvida. Quanto as gírias não me sentiria incomodada, ouço muitas no meu dia a dia e não me incomodam, até flor tantas outras. O que me incomodaria é ler o livro e ver realmente que tudo que você citou na sua resenha é verdade. Me desanimei um tanto viu, apesar da capa linda e da autora que curti quando mais nova, vou deixar essa passar.

    bjs

    ResponderExcluir
  26. Acho a Thalita uma pessoa genial, mas não tenho muito interesse no seu trabalho como escritora, esse livro então só me atraiu pela capa. A sinopse dele era um tanto ???? E o título me distanciou bastante da leitura haha e pelo visto eu fiz bem em pular esse livro. Muito ruim saber que eu estava certa nesse quesito.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  27. Oi!
    Ao contrario de você eu amei o livro. Gostei muito dela ter tratado desses assuntos mais sérios de forma engraçada e não tão profunda. Acho que esse é um livro para fazer você rir e ao mesmo tempo, refletir. O que acontece é que ela não nos da as situações de uma forma que tenha impacto sobre o leitor e ele comece a pensar naquilo, ela nos da as situações de forma engraçado e deixa a nosso critério parar e refletir sobre o assunto ou só continuar se divertindo enquanto acompanha a história.
    Mas gostei muito do seu ponto de visto e entendo ele perfeitamente.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi,
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, confesso que não solicitei, pois não achei mt compatível com a minha idade! rsrs Agora lendo sua resenha tenho certeza que o livro não me agradaria, concordo com você que bullying é um assunto muito sério!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  29. "O bullying não funciona assim. É algo que marca a maioria das pessoas que já sofreram e infelizmente não ocorre dessa forma simples e engraçada, muito menos é sentido dessa forma, pelo menos é o que vemos o tempo todo na vida real."

    Este parágrafo foi lindo, Catharina!
    O assunto é sério mesmo, mas acho que a Thalita Rebouças só quis dar uma amenizada no assunto, sei lá.
    De qualquer forma, concordo com você.
    E nem é um livro que eu queira ler. Thalita Rebouças pode ser ótima para as adolescentes, mas pra mim já não é mais... rsrs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Adorei sua resenha... Já li outras desse livro e todas foi um show de elogios. Um livro com esse tema até pode ser divertido mas tem que ser tratado de forma série, e essa situação avô é ridícula. Já tentei ler alguns livros dela mas não gostei e nem terminei os 4 que comecei.

    Coração Leitor
    Jéssica Rodrigues

    ResponderExcluir
  31. uau!!! que resenha!!!

    "O bullying não funciona assim. É algo que marca a maioria das pessoas que já sofreram e infelizmente não ocorre dessa forma simples e engraçada, muito menos é sentido dessa forma, pelo menos é o que vemos o tempo todo na vida real."

    que parágrafo foi esse???? lindo, perfeito!!!!

    mesmo eu não gostando desse estilo, amei mesmo a profundidade das tuas palavras!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  32. Oi.
    Primeiro, que eu compraria esse livro só pela capa.. kkkk,
    Só li um conto da Thalita naquele livro " um ano inesquecível", até gostei.
    abraços.

    ResponderExcluir
  33. Quando vi essa capa e esse título já fiquei com muita vontade de ler, até porque ainda não li nada da Thalita e adoraria conhecer a escrita dela, só que após ler sua resenha já fiquei com um pé atrás, melhor eu escolher outro livro pra começar né

    bjs,
    Blog As Aventuras da Ana

    ResponderExcluir
  34. Olá!

    Li esse livro e foi uma decepção. Achei os diálogos forçados. A Tetê, pra mim, era uma fresca mimizenta patricinha, só que feia. Definitivamente, Thalita não é pra mim.

    ResponderExcluir
  35. Catharina, ainda não li nada da Thalita e devo confessar que não tenho tanta vontade assim.
    Esse título mais me desmotiva do que me empolga.
    É uma pena que o tema não tenha sido bem tratado.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  36. Olá!
    Conheci a Thalita anos atrás quando ela estava começando. Encontrei com ela sem querer numa livraria e ela fazia propaganda do livro que ela estava lançando. Ela falou tão bem e foi tão simpática, que me fez comprar o livro. Na época eu nem era a viciada que sou hoje. Aquele foi o único livro dela que eu li, pois hoje eu não leria, acho que ela escreve somente para o público pré e adolescente.
    A sua é a segunda resenha que leio e que comenta a mesma coisa, que não gostou do livro, que não achou nada engraçado em um assunto tão sério. Pelo visto ela pecou feio nesse livro. O pior que ele é lindo. Bem chato isso.
    Bjão

    ResponderExcluir
  37. Olá,
    Antes de mais nada acho a capa linda!
    Mas é uma pena o livro ser tão infantil, porque pelo jeito ele é pro público mais novo, mas de um modo totalmente vazio. Uma pena mesmo.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  38. Oi. eu li toda a resenha e quando você foi mencionando as coisas que te incomodaram, confesso que também fiquei incomodada, juro que passo longe do livro.

    ResponderExcluir
  39. Oii,
    Eu só li o conto dela no livro "Um Ano Inesquecível", gostei, não achei o melhor, mas eu até me interessei nesse novo livro dela e eu achei a capa linda.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Olá, tudo bem?

    Bah, é uma pena que a autora tenha abordado o assunto de modo errôneo, confesso que nunca li nada da autora e continuo sem interesse, tenho a impressão de que ela vai se manter sempre voltando suas obras para o público pré-adolescente. Enfim, deixo a dica passar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  41. Oi Cat, sua linda, tudo bem?
    Eu li esse livro e amei. Tive uma percepção diferente da sua. Achei que é um tema sério tratado com leveza e humor e com uma bela mensagem para nos valorizarmos mais, cuidarmos mais de nós. Não nos entregarmos ao que os outros falam. É um livro para aumentar a auto-estima, em minha opinião. Que é o ponto mais atingido pelo bullying. Ela mostrou uma personagem que não gostava de si, isso fica claro na maneira como não se cuidava. E ela não gostava de si por causa do bullying. E vem a autora e diz que temos que gostar de nós sim!!! Uma pena que não gostou do livro. Mas é assim mesmo, cada livro tem o seu leitor.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© REALITY OF BOOKS - 2012. Todos os direitos reservados.
Por: SHAIRA FOTO E DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo