Reality Of Books: Resenha: A Cor Púrpura - Alice Walker

Resenha: A Cor Púrpura - Alice Walker

Sinopse: Vencedor do Prêmio Pulitzer em 1983 e inspiração para a obra-prima cinematográfica homônima dirigida por Steven Spielberg, o romance A cor púrpura retrata a dura vida de Celie, uma mulher negra no sul dos Estados Unidos da primeira metade do século XX. Pobre e praticamente analfabeta, Celie foi abusada, física e psicologicamente, desde a infância pelo padrasto e depois pelo marido. Um universo delicado, no entanto, é construído a partir das cartas que Celie escreve e das experiências de amizade e amor, sobretudo com a inesquecível Shug Avery. Apesar da dramaticidade de seu enredo, A cor púrpura se mostra muito atual e nos faz refletir sobre as relações de amor, ódio e poder, em uma sociedade ainda marcada pelas desigualdades de gêneros, etnias e classes sociais.
*Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Record para divulgação. 


Narrado em primeira pessoa por Celie, uma mulher negra no sul dos Estados Unidos, A Cor Purpura nos apresenta um enredo que hoje em dia pode parecer um tanto ficcional mas que naquele tempo era algo completamente real. Além de negra, o que naquela época era considerado algo totalmente horrível, Celie era pobre, quase analfabeta e abusada sexualmente pelo padrasto e marido.

Então percebemos desde o incio o quanto o livro é forte e importante para os dias de hoje por retratar tão bem como eram tratadas as mulheres negras no século XX. Como Celie era analfabeta, o livro é narrado de acordo com a visão da protagonista, e nos faz sentir melhor por ser escrito na forma que uma pessoa desprovida de ensino escreveria, com erros e tudo mais.

Eu particularmente não sou fã de história ou clássicos, mas para tudo na vida existe algumas exceções, e esse livro foi uma das minhas. A autora soube retratar tudo de forma muito forte e nos prendeu no incio ao fim, sentindo na pele as agonias que Celie sentia.

Celie foi também afastada dos filhos que teve, então o livro se passa por cartas escritas por ela endereçadas a Deus e sua irmã contando a agonia que sente por ser quem é ser tartada de tal forma o tempo inteiro.

Não foi uma leitura fácil, apesar de capítulos rápidos, é algo muito realista e triste, afinal estava lendo um livro que por mais que considerado ficcional, era totalmente real. E não só real naquela época como ainda nos dias de hoje, afinal, temos inúmeras vitimas de estupro e violência doméstica e essa realidade está longe de acabar.

Sempre tive muita curiosidade no filme e livro, porém, não tinha oportunidade de ler, quando relançou, na hora quis finalmente entender melhor do que se tratava e de fato, recomendo a leitura á todos que procuram algo real, triste e diferente.

19 comentários:

  1. Olá tudo bem? A premissa do livro é incrível com toda certeza é um livro que eu colocaria em minha estante, gosto de livros que abordam temas polêmicos ,mas de um jeito mais formal. Sua resenha está incrível parabéns !

    ResponderExcluir
  2. Eu amei a sua dica de leitura.
    é bom demais ler algo diferente e pelo que me parece você se emocionou demais nesse livro.
    Vou colocar na minha lista para ler em 2016.
    Beijos lindona.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    adorei sua dica literária, gostei bem da capa e da premissa do livro, esse após ler sua resenha é um livro que eu colocaria em minha estante, parece-me que você se emocionou, que gostou bem da obra. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá. A sua dica é maravilhosa, mas assim como você citou, não sou muito fã de livro de história. Mas me parece que o livro é bem emocionante e a história bem triste. A capa do livro é linda!

    ResponderExcluir
  5. Olá! Que premissa forte! Eu fiquei bem interessada em ler, gosto de histórias assim e você tem razão, infelizmente isso é algo que acontece..espero um dia isso mudar. Linda sua resenha, beijos!
    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cat, tudo bem???? Eu sempre ouvia falar no livro e filme, mas não sabia bem do que se tratava. esses dias li uma resenha que já me fez adquirir o livro e eu espero conseguir ler logo.
    Mas sabe que isso não é muito ficcional não. Na verdade não é nada ficcional. As mulheres ainda levam uma vida difícil. Se forem negras e pobres então... piorou. Muitas garotas são estupradas pelos próprios familiares, então na verdade, considero a obra muito real e atual. As vezes a gente acha que não porque não é nossa realidade, mas infelizmente ela ainda existe :(
    Mas acho que esses livros servem para nos orientar
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. li esse livro há muitos anos e foi uma leitura tocante e dolorida... a escrita da autora realmente me deixou absorta na leitura e quando acabei o livro, fiquei numa puta ressaca... essa edição está linda, pretendo comprá-la porque quando li foi uma edição que peguei emprestada com um amigo meu...
    bjs...

    ResponderExcluir
  8. Oi Catharina!
    Ainda não tinha visto nenhuma resenha desse livro, então não sei muito bem se quero ou não ler. Quero por causa da história, parece linda mesmo, muito emocionante, mas ao mesmo tempo quero esperar mais um pouco, você entende?!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  9. Oi, quero muito ler essa obra, ainda hoje entrei em um livraria e vi essa edição que é simplesmente linda.

    beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  10. Oiii, tudo bem?
    Eu tenho muita curiosidade em realizar a leitura deste livro, só vi comentários positivos a relação a ele. A sinopse realmente me agradou de uma forma que eu gostaria de ler logo, a edição parece estar linda.
    Beijão

    ResponderExcluir
  11. Catharina, não sou muito fã de clássicos, mas ultimamente ando lendo alguns e as experiências estão sendo incríveis.
    Fiquei bem curiosa para ler o livro, achei a história bem interessante.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  12. oiii, tudo bem?
    Adorei a resenha e saber sua opiniao sobre o livro, deve ser um livro realmente exelente para vencer o Pulitzer um prêmio tão renomado. Espero ter a oportunidade de lê-lo para conferir.
    Bjs
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Nossa, que livro triste! Eu não tenho estômago para cenas de abuso, mas eu daria uma chance a ele só por se uma história que, infelizmente, é passível de acontecer com qualquer um de nós. O livro eu leria, mas o filme, eu não tenho coragem.

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Não conhecia o livro, mas creio que seja importante sua leitura para retratar essas coisas horríveis que acontecem ate os dias atuais. Não sei se leria, pois os erros propositais me causariam irritação mesmo sabendo que não são erros de verdade. Ótima resenha!

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não tinha conhecimento sobre o livro e sobre o filme, mas agora lendo a sua resenha fiquei mega curiosa pela história. Apesar de triste, é fundamental para entendermos como é horrível esse preconceito que nos dias de hoje ainda está presente infelizmente. Acredito que a leitura vai ser muito intensa e trás um assunto pesado, mas necessário. Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi. A realidade de Celie, infelizmente, ainda é bastante real, principalmente no Brasil. ‘Além de negra, o que naquela época era considerado algo totalmente horrível,’ Hoje também é. Eu acho esse livro fantástico, um clássico de se tirar o chapéu. Gostei de sua resenha e sua indicação. Comprei meu exemplar recentemente, pois só li emprestado.

    ResponderExcluir
  17. Estupro e violência doméstica são coisas que mexem muito comigo, e acho que não gostaria de ler um livro que tratasse desses temas no momento, principalmente um que conta a história de uma negra pobre praticamente analfabeta que sofria abusos e um preconceito ainda maior do que o que sofreria nos dias de hoje - porque a discriminação está longe de acabar.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  18. Esse livro está na minha lista de livros para "ler antes de morrer". Ele parece ser um livro bem pesado e triste mesmo, mas é um livro que precisa ser lido por todos. Um grande clássico.
    Essa edição ficou muito bonita.

    Beeijos, Erica Regina
    Blog Parado na Estante / Fanpage Parado na Estante

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Se você queria começar a gostar de história, escolheu o livro certo! Mesmo sendo uma leitura um pouco mais difícil do que estamos acostumados, com certeza vale a pena, porque é lindíssimo!
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir

© REALITY OF BOOKS - 2012. Todos os direitos reservados.
Por: SHAIRA FOTO E DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo