Reality Of Books: Resenha: Os Dois Mundos de Astrid Jones - A.S. King

Resenha: Os Dois Mundos de Astrid Jones - A.S. King

Sinopse: “O movimento é impossível.” É o que Astrid Jones, 17 anos, aprendeu na sua aula de filosofia. E, vivendo na pequena cidade em que mora, ela começa a acreditar que isso é mesmo verdade. São sempre as mesmas pessoas, as mesmas fofocas, a mesma visão de mundo limitada, como se estivessem todos presos em uma caverna, nunca enxergando nada além. Nesse ambiente, ela não tem com quem desabafar suas angústias, e por isso deita-se em seu jardim, olha os aviões no céu, e expõe suas dúvidas mais secretas aos passageiros, já que eles nunca irão julgá-la. Em seu conflito solitário, ela se vê dividida entre dois mundos: um em que é livre para ser quem é de verdade e dar vazão ao que vai em seu íntimo, e outro em que precisa se enquadrar desconfortavelmente em convenções sociais. Em um retrato original de uma garota que luta para se libertar de definições ultrapassadas, este livro leva os leitores a questionarem tudo e oferece esperança para aqueles que nunca deixarão de buscar o significado do amor verdadeiro.
*Livro cedido pela Editora Gutenberg para divulgação .

Astrid Jones é uma estudante de 17 anos, vive numa pequena cidade e mora com seus pais e irmã e é apaixonada por Filosofia. Astrid tem o costume de se deitar, olhar o céu e então transmitir amor para as pessoas que estão dentro dos aviões que passam, na verdade, ela tem o costume de fazer isso o tempo todo sempre que possível com as pessoas ao seu redor.

Astrid não se sente parte do mundo que vive, pois são sempre as mesmas fofocas e pessoas, sente que sua mãe não lhe dá tanta atenção, assim como seu pai e guarda um grande segredo de todos que conhece: ela é gay. Por morar numa cidade pequena, está sempre com medo de como todos irão reagir, mas adora sua namorada e quer se assumir para o mundo.

Assim que esse livro foi lançado, criei grande interesse por ele, além da edição set tão lindinha, o enredo me atraiu por retratar assunto interessante e ainda polêmicos em pleno século 21. Quando tive oportunidade de ler, fiquei bem feliz ao começar a leitura e curtir bastante a narrativa da autora e poder conhecer melhor Astrid, uma personagem muito bem escrita e forte.

O livro é narrado em primeira pessoa e contém de fato inúmeras críticas sociais, não só por tratar o assunto do homosexualidade, e também diversos outros assuntos que nos fazem refletir bastante. Foi a primeira vez que li um livro contando a história de uma garota gay e adorei poder entender pelo menos um pouquinho como uma adolescente se sente em meio a sociedade.

Foi uma leitura bem gostosa para mim, pois apesar de tratar assuntos mais sérios, também retrata o cotidiano de uma adolescente com sua família e amigos, e como ela se sente estando ao lado de todos e escondendo sua verdadeira identidade. O livros nos faz torcer para a protagonista até o fim e ansiar por um bom final.

Uma leitura super válida a todos que adoram romance adolescente com toques de dramas e reflexões. Vale muito a pena conhecer e se apaixonar por Astrid.

36 comentários:

  1. Olá.
    Muito legal sua resenha. Deu pra ver nitidamente o quanto gostou. No momento esse tipo de leitura não anda me atraindo mais quem sabe em breve?! Ele já está sendo colocado na lista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Acho que li nenhum livro que tratasse do homosexualismo, ainda. Pelo menos nao que me lembre. Mas é a primeira vez que vejo resenha de uma história que envolve as meninas. Sempre vejo relacionamentos gays entre homens. Valeu a dica. :)

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro, mas já tô apaixonada por ele.
    Eu gosto de livros mais densos e que trazem um reflexão, mas também gosto de dramas adolescentes. Então essa dica de livro está mais que anotada né?
    A sua resenha está ótima, onde realmente fiquei interessada na leitura.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro romances gays, principalmente por causa do David Levithan, entretanto, o único romance lésbico que eu já li era uma graphic (conta?) chamada Azul é a Cor Mais Quente. Eu me interesso muito pelo tema e gostei muito de saber das criticas sociais presentes, isso sempre me conquista.

    ResponderExcluir
  5. Oie, sempre tive curiosidade sobre esse livro e agora então, nem fale já estou colocando no carrinho do Amazon, que resenha linda.

    Nunca li algo parecido, com uma protagonista feminina homossexual, achei super válido. Pois hoje em dia creio que o maior preconceito seja de fato com homossexuais do sexo feminino, pois os masculinos tem muito apoio. Enfim amei a premissa desse livro e a capa também.

    ResponderExcluir
  6. Oie! Apesar de tratar questões importantes no livro como homossexualidade no momento estou buscando outros tipos de leitura. Mas futuramente talvez eu o leia.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  7. Acho importante esse tipo de leitura pra adolescentes, porque além de entreter traz uma abordem reflexiva que é interessante. A capa tá bem bonita e sua resenha muito boa. ;)

    Beijos.
    www.escritacolorida.com.br

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastei da ideia do livro, desde à capa até os conflitos internos. é bom ler as vezes livros que nos ajudam a refletir sobre nossas próprias vidas através das reflexões e ações dos personagens. É interessante o livro lidar com a questão da homossexualidade ( há muito desentendimentos a serem quebrados nesse assunto), todos os outros conflitos adolescente também são muito pertinentes. Adorei essa construção imaginaria da personagem.

    ResponderExcluir
  9. Oii, muito legal a sua resenha, você sempre sendo direta e objetiva e me conquistando ahahahaha
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. O livro traz premissas que muito me interessam, as questões sociais. Com certeza estará entre minhas leituras!
    Parabéns pela resenha!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Hey, Catharina!
    Esse livro me foi indicado por uma amiga, que inclusive até já me enviou o ebook.
    Prometi que vou ler, mas eu ainda não sabia sobre o que era. A sua resenha é a primeira que leio e tenho que dizer que gostei muito.
    Agora quero muito ler!

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    sua resenha ficou muito legal, eu gostei bastante da capa. A premissa do livro é bem interessante, com foco em questões sociais, provavelmente irei ler. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  13. Transmitir amor para pessoas que estão num avião é um hábito bem peculiar, quando criança, costumava fazer um aceno na esperança que alguém visse. Creio que muitas pessoas sentirão atração com o enredo do livro.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Nunca li nada que tratasse de homossexualismo, apesar de ver recentemente vários livros dessa temática são sempre sobre homens gays. Bom, para ser sincera eu não me senti muito atraída pelo livro, mas fico feliz que você tenha gostado :) Flores no Outono

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem? Amei, adorei, to fascinada e louca pra ler esse livro. Tenho certeza de que vou adorar!

    ResponderExcluir
  16. Oi Cat, sua linda, tudo bem
    Parece que a protagonista do livro é uma pessoa de bom coração, que quer bem aos outros, mesmo não os conhecendo, como os estranhos dentro de um avião. Que triste ela ter receio em assumir suas escolhas. Confesso que o livro em si não chamou muita a minha atenção, mas para quem gosta, parece um boa dica. Independentemente disso, gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Baixei esse livro no kobo de tanto que o victor do geek freak cita haha parece uma leitura MUITO boa e que eu pretendo fazer em breve.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  18. Eu tenho esse livro aqui em casa esperando para ser lido, mas ainda não tive curiosidade suficiente para pegá-lo logo. Gosto do tema, mas no momento não lerei. Gostei muito da resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Eu queria ler por causa da capa, mas agora eu quero porque sei que vou adorar! Gosto de histórias em que o/a principal é gay, porque além de transmitir um novo ponto de vista, vamos combinar que não temos muitos livros com principais gays, né? Parabéns pela resenha!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Li recentemente o livro Por Favor, Ignore Vera Dietz e me apaixonei completamente pela escrita da autora. Esse livro desde então está na minha lista de desejados, mas essa é a primeira resenha que leio dele. Pela sua descrição da obra, algo me diz que irei amar esse livro tanto quanto o outro.

    Bjs.

    http://delirioselivros.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá! muito boa a resenha, parabéns! Não sou muito fã deste estilo de leitura porém talvez pare uma hora para ler! :D

    até mais
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  22. Oi, Catharina
    Ta aí um livro que eu preciso urgentemente ler e uma autora que precisa ser mais reconhecida no Brasil. Ganhei 'Os dois mundos de Astrid Jones' de amigo secreto e fiquei super feliz, porque a história parece ser tão bonita. Mesmo com temas sérios, dizem que a autora escreve com uma leveza admirável. Já andei folheando e lendo alguns trechos e o modo como a A.S King narra também me agradou.

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para baixo | All Pop Stuff

    ResponderExcluir
  23. Que capa lindinha! Muito fofa. É o tipo de livro que eu leria sem pensar duas vezes. fiquei encantada, já colocando na minha lista de desejados.
    Valeu pela dicar e otima resenha.
    Bjão
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  24. Olá linda,

    Pareço com a Asdrid e sou bem "excluída" dessa mundo haha.
    Não sabia que o livro tratava sobre homossexualismo e quero muito ler esse livro após saber que tem temas densos e profundos.

    Beijos!
    http://poesiaqueencantavida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi, Catharina, gostei muito da sua resenha! O livro parece muito interessante. É bem legal autores que conseguem inserir críticas sociais em suas histórias.
    Abraços!
    http://chubbleeeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Catharina, só escuto maravilhas sobre a Astrid e a cada resenha que leio tenho mais vontade de lê-lo.
    Parece ser uma leitura muito gostosa, mas ao mesmo tempo que te surpreende.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  27. Oie, tudo bem? Conforme fui lendo sua resenha já me imaginei dentro de The O.C., tem série com mais drama adolescente que esta? O enredo parece ser bem interessante, já está na minha lista. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  28. Eu li e amei muito a história da Astrid, as descorbertas e suas reações á elas, realmente, uma história super válida de se acompanhar!! <3

    Abraços e até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Olá!!

    Eu já vi diversas resenhas para essa obra e tenho curiosidade em ler, mas não é uma prioridade, só li elogios para a obra e eacho que é um enredo bem simpleszinho mas tocante, espero conseguir ler ainda esse ano.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  30. Olá :D
    Já tinha visto esse livor em outros blogs e quase solicitei ele a Gutenberg e agora me arrependo amargamente por não ter solicitado :/ Gosto muito de livros polêmicos haha
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. A parte da reflexão me chamou atenção, parece ser ótimo! Amei a resenha também.

    ResponderExcluir
  32. Oi tudo bem?
    É a primeira resenha que leio deste livro, havia visto ele outro dia, mas como não vi ninguém falando nele fiquei com um pouco de receio de levar. A sua resenha me confirmou o que pensei do livro, que seria um livro muito fofo sobre a diferença entre ser aceito e ser você mesmo.
    Amei sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  33. Eu quero ler essa obra também, mas confesso que tinha esquecido dela. Gostei de ver sua resenha e relembrar por que me interessei pelo livro (rs). Enfim, adoro quando acabamos torcendo por um final feliz à protagonista, pois isso revela o quanto nos envolvemos com ela.

    Uma dica, flor: não use o sufixo "ismo" (homossexualismo). Esse sufixo se refere ao que é considerado doença. No passado, o "homossexualismo" era considerado um transtorno de identidade sexual. Hoje a psiquiatria não compreende assim (ainda bem!) e chamamos de "homossexualidade". ;)

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. Olá

    Gostei da resenha, já tinha visto esse livro,mas não sabia do que se tratava,gostei da premissa, como você citou em pelo século XXI,a homossexualidade ainda é um tema polêmico.

    Bjss

    ResponderExcluir
  35. Olá,
    Nunca li livros onde a personagem fosse homossexual, apenas vejo em que homens são gays! Estou adorando essa diversificação do mundo livros! Adoro livros que nos fazem refletir e estou em busca de livros com esse diferencial, não é a primeira vez que leio uma resenha, mas com certeza a sua cativou o meu lado curioso!

    ResponderExcluir
  36. Oi! Achei o máximo os temas abordados por esse livro, reflexão, homossexualidade, sonhos... Ainda não o li, mas vou fazer isso muito em breve para um desafio e sua resenha me deixou com aquela vontade de começar a leitura loga, sabe? Parabéns pela resenha, adoro seu blog! Beijos.

    www.eicarolleia.com.br

    ResponderExcluir

© REALITY OF BOOKS - 2012. Todos os direitos reservados.
Por: SHAIRA FOTO E DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo