Reality Of Books: O tempo passado com os gatos nunca é perdido

O tempo passado com os gatos nunca é perdido

Oiiiie.
Bom, mais uma vez vim trazer um assunto um pouco diferente hoje, para quem me conhece sabe o quão sou apaixonada por gatos, eu convivo e tenho gatos desde que me entendo por gente, apesar de várias alergias, não consigo viver sem essas coisinhas lindas na minha vida. Há algum tempo atrás me recordo de como pessoas eram preconceituosas com gatos, inclusive os pretos e agradeço por hoje os felinos estarem fazendo o maior sucesso e finalmente as pessoas estarem enxergando como pode ser bom conviver com um.
Vi o texto no The Secret, confiram e espero que gostem <3

“O tempo passado com gatos nunca é perdido” Sigmund Freud

Esta frase do pai da psicanálise nos diz certamente algo que muitos já sabiam. No entanto, por vezes, algo não tão comum quanto passar tempo com nossos gatos, pode ter uma dimensão tanto terapêutica, quanto reconfortante. Um exemplo é o Japão. Neste país a figura do gato é admirada e respeitada. Eles são um símbolo de boa sorte.

Acariciar um gato é um evento catártico. Regula o estresse, melhora a saúde cardiovascular ao relativizar a mente, e fornece uma oportunidade genuína de expressar o amor e ser envolvido por um dos animais mais cativantes que o homem já domesticou. (Ou talvez seja o inverso, não sei).
Mergulharemos na psicologia felina para compreender um pouco mais sobre o que estes animais podem oferecer.

Sua beleza te atrai, mas sua personalidade o cativa
“Gatos, ao contrário de cães, não pertencem a ninguém, além de si mesmos. Na verdade, nós é que somos cativos de suas artes, sua liderança e de seu sublime encanto. Desse animal que entende o que é espaço, e um amor onde não há dependência, mas fidelidade absoluta.”
Na verdade, pode-se escrever manuais inteiros de psicologia felina. E se a primeira coisa que dizem sobre eles é que são egoístas e independentes, na verdade, nunca é inteiramente verdade. Daí a natureza interessante, daí o interesse que provocam em nós.

O gato nos amará, respeitará e nos defenderá como sua própria família. Eles são possessivos sobre o seu espaço, suas rotinas e também seus donos. No entanto, sabem muito bem manter distância sem nos sufocarem ou dependerem inteiramente de nós.
Adoram ser mimados e quase adorados, buscando diariamente carinho. Mas, quando necessário, o limite aparece e eles cuidadosamente se afastam para exaltar sua elegância e independência. E sim, pode chamar sua atenção o brilho sincero em seus olhos, ou seu ronronar terapêutico e calmante, mas o que realmente gosto sobre gatos é a sua personalidade.

Os gatos são grandes meditadores
Vivemos em um mundo marcado por prioridades muitas vezes inúteis, que nos fazem afastar do que realmente importa: a luz do sol, tranquilidade, nós mesmos, aqueles que amamos… Envolvemos-nos de artifícios, de problemas muitas vezes sem importância, acumulamos coisas e perdemos de vista as experiências de vida, emoções…

Para os gatos, o mundo segue o ritmo que deve. A vida é lenta, medida por momentos de descanso ao sol, no sofá ao nosso lado, por passeios para procurar o limite de aprender. Eles são criaturas sábias que abrem os olhos para o mundo como janelas cheias de luz e esperança.
Às vezes, dizem que os gatos são grandes conhecedores do mundo da ioga. Eles podem passar longas horas meditando na frente de uma janela ou uma bacia de água. Que verdades seus sentidos captam? Que realidades escapam de nós, seres humanos?

Eles passam da imobilidade de seu próprio mundo, de sua própria introspecção à ação em pouco mais de um segundo. Discorrem entre as dimensões da reflexão e atividade tão rapidamente que nos admiram e deixam sem fôlego.

E o cativante é que tudo o que fazem, fazem com todos os seus sentidos, que com certeza não são cinco, mas seis, porque a sua intuição, sua habilidade de vir para nosso colo quando precisamos de um ser humano, é certamente algo que só eles têm.

Não só os loucos têm gatos …
Quem disse que todo louco tem uma centena de gatos? Os gatos são criaturas sábias e serenas que fazem a vida mais rica, mais simples e intensa para quem quiser experimentar o que é viver com um animal com esta personalidade.
Eles são ideais para crianças e idosos, são fiéis companheiros de tardes tranquilas, de momentos de relaxamento na cama e excelentes camaradas com quem você vive e aprende todos os dias.

“Os gatos são indivíduos soberanos, com suas próprias ideias sobre tudo … e isso inclui as pessoas em sua posse.” – John Dingman

27 comentários:

  1. Sempre tive gatos em casa, desde criança, um atrás do outro, as vezes dois ao mesmo tempo, mas sempre tive alergia kkkkkk. Porém depois que o último se foi veio uma pincher e sinceramente não vejo mais graça em gatos, ao contrário, penso que cachorro ama de verdade....como o pessoal antigo fala que o gato se apega a casa eu acabei achando verdade, pois de todos apenas um dois ou três eram realmente carinhosos, enfim.....só a minha humilde opinião
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Amooo Gatos, pra falar a vdd gostos de todos os animais, mas gato é a minha paixão! Tenho oito! Nunca estou só!

    ResponderExcluir
  3. Também sou louca por gatos! Tenho 2, mas só por causa do meu marido. Se fosse deixar por mim já teria uns 5! hahahaha
    Eles realmente são criaturinhas excepcionais e cheias de amor. Como não demonstram para qualquer um, surge o preconceito. Mas tenho certeza que meus dois peludos me amam demais! <3

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi. eu amo gatos, tenho dois aqui em casa e amo tudo neles... amo quando abro o livro para ler e eles deitam, quando venho para o PC e deitam no teclado do PC, apaixonante. Quando estou triste ou doente e eles sabem exatamente o que fazer. <3

    ResponderExcluir
  5. Oie tudo bem? Eu gosto de gatos, mas além de ser alérgica... Sou mais fã dos cachorros, eles interagem mais "eu acho". Nunca tive um gato.

    ResponderExcluir
  6. Adorei a postagem. Sou louco por animais (vários, mas nem todos). Gosto de gato, cachorro, cobra, sapo, aranha <3 Tenho um gatinho muito fofo chamado Tom. Um psicanalista que conheço disse-me uma feliz que não é possível ser feliz sem gatos, vai ver é verdade mesmo. A liberdade que o gato toma pra si é fantástica, quem me dera ser um humano livre assim.

    ResponderExcluir
  7. Oie!!!
    Adorei o texto, mas tenho que confessar que não gosto de gatos... na verdade morro de medo deles kkk.
    Sim! eu sei que é loucura, mas não consigo evitar.
    Porém passei a talvez intende-los melhor agora =D
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu amo gatos, mas minha irmã é alérgica à eles, então infelizmente não posso ter nenhum :(
    BJs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Não tenho gatos, mas gosto de gatos. Vai entender! Texto muito legal, acho que pode até ser adaptado aos cachorrinhos, que são meus preferidos. Beijos!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  10. Confesso que não sou fã de gatos. Não tenho nada contra os felinos, nem preconceito, nem sou supersticiosa com eles, apenas sou mais uma pessoas que gosta de cachorros.
    Parece pra mim que os gatos não interagem tanto conosco como o cachorro por exemplo, mesmo eles sendo ótimos animais, sábios e serenos.
    Realmente gosto mais do contato dom os cães, tanto que tenho um poodle.
    Mas é realmente interessante esse texto sobre os gatos, visto que muita gente gosta deles e pode se identificar com o texto.

    Andresa Dias
    http://leiturasefofuras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Aii que lindo, eu amo gatos, mas sempre tive cachorros acredita? rsrs
    Eu tenho muita alergia a pelo de gato, por isto minha mãe nunca deixou eu ter,faz parte ne. fazer o que. mas amei da pra sentir sua paixão neste texto. lindo.

    Beijos
    Books And Carpe Diem

    ResponderExcluir
  12. Ooi! Também sou alérgica, mas gostei de ter a experiência de ficar um tempo quando minha vó tinha gatos de estimação. Creio que todos os animais precisam de carinho, amor, dedicação e respeito, principalmente o respeito.
    Beijos!
    Thoughts and Adventures

    ResponderExcluir
  13. Que texto delicioso de ler, acho que chega a ser até convincente para quem não gosta dos bichanos.
    Eu acho os gatos lindos, mas tenho medo deles.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto muito de aninais, gatos, cachorros, mas não tenho condições de conviver com eles. Os pelos são algo terríveis para mim.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Catharina. Apesar de preferir os cachorros por serem mais alegres rsrs, eu não desgosto dos gatos, que são uns fotos. O importante é respeitar os bichos, independente de nossas preferências.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  16. Oi!!

    Não tenho nada contra gatos ou mesmo cachorros, acho que mesmo que pessoas não gostem de animais (independente de quais que sejam), é necessário que os respeitem.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Também amo gatos! <3
    E sou MUITO alérgica, desde pequena. Eu encosto num gato e é automático: começa a rinite, garganta coça, meus olhos lacrimejam e quando percebo to toda inchada e congestionada. Por mim, mesmo assim teria um gato, mas como ainda moro com a minha família eu sou vetada sempre que começo assunto (é meio chato, porque eu já tenho idade pra cuidar do meu próprio nariz - literalmente - mas ainda sofro super proteção). Mas um dia, quando eu tiver minha própria casa eu vou ter um gato, vou viver a base de polaramine, mas vou ser feliz hahaha

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  18. Também amo gatos, só não curto dormir com a Catita (a coisa linda da minha gata). A minha gatinha é bem sapeca, faz uma bagunça danada, sem contar que acho pouco higiênico dormir com essas bolas de pelos. Imagina que minha mãe é asmática, mas nunca viveu sem um gato em casa? É muito amor por esses bichanos e eu herdei essa paixão por gatos dela.

    Os gatos só pertencem a si mesmo, nós só somos cativados.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Amo gatos! Meu sonho é ter vários deles. O último que tive, ficou comigo por quatro anos, mas a minha vizinha o matou. Mas tudo bem, ela já foi vingada. Amo gatos porque são independentes, mas sempre estão com seus donos quando estes precisam. Impossível não amar esses bichanos!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu acho os gatinhos as coisas mais fofas que já vi na vida. Minha prima sempre teve e acho muito fofinho. Eu só tenho um certo medo deles (sim, tenho medo hahaha), por isso nunca tive um casa.
    Adorei o texto.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  21. Oi Cath! Eu adoro gatos, já tive tantos quando era mais nova. Hoje tenho cachorros rsrsrs. Os gatos são bem independentes, lembro que precisava forçar a barra para conseguir dar carinho kkkk. Adorei o texto. Há algum tempo atrás não iria concordar que seriam ótimas cias para idosos, mas hoje testemunho meu avô, e concordo plenamente.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Catharina,
    Eu gosto de gatos, mas amo mais cachorros. Gatos são incríveis e amáveis quando querem, mas se eles pegarem implicância a pessoa ta perdida. Lembro de um gato que de desaforo mijava em todas as roupas de casa. Foi difícil achar para quem doá-lo. Soltaram ele lá em casa e ninguém queria adotar. Até hoje não sei qual era o problema dele. Em compensação tínhamos uma gata que até carinho fazia se estávamos tristes, chorava com a gente. Não entendo essa diferença gritante entre esses dois que tivemos, mas realmente ser amado e amar um ser que retribui na mesma medida é incrível.

    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá,
    Eu adoro gatos também, tenho uma mestiça branquinha do olho azul e o rabo cinza, o nome dela é Galadriel a rainha elfica <3
    Muito bom o seu texto.
    www.pontoparaler.com.br

    ResponderExcluir
  24. Nossa. Sou apaixonada por gato a e cachorros, tenho 3 gatos todos lindos e bem mimados, Théo, Nego e Spock os dois últimos são pretos com a ponta dos rabos brancos são lindos.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  25. Adorei o texto, sabe, amo gatos e acho que eles são uma parte independente de nós mesmos, devemos respeitar e amar, pois eles vão retribuir em dobro!

    Abraços e até!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem?

    Bom, não sou muito fan dos bichanos, nada contra eles, só morro de medo porque minha mãe perdeu a visão de um olho por conta de uma doença do xixi de gato, quando era mais nova. Como tenho uma pequena com baixa imunidade em casa, prefiro não tê-los por perto, apesar da pequena aqui amar bichos. Texto lindo, para quem ama felinos, eles são bem carinhosos mesmo.

    bjs

    ResponderExcluir
  27. Ah, também amo gatos, também tenho alergia, mas não tô nem aí pra ela! rs... Sempre convivi com gatinhos, mas adotei por mim mesma o primeiro há um ano e dois meses... sou louca por ele, e acho que ele que me domesticou mesmo. Sempre soube que o Baco era possessivo com as coisas dele e comigo, mas só tive plena noção do quanto quase um mês atrás, quando resgatei o Loki, um filhotinho que agora tem 4 meses... vamos ver se ele vai aceitá-lo e aprender a dividir tudo que pertence a ele - inclusive eu. rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir

© REALITY OF BOOKS - 2012. Todos os direitos reservados.
Por: SHAIRA FOTO E DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo