Reality Of Books: Resenha: Presentes da Vida - Emily Giffin

Resenha: Presentes da Vida - Emily Giffin

Olá, pessoal.
Está é a sétima e ultima resenha da Promoção Uma Semana com Resenhas Todos os Dias, espero que tenham gostado e aproveitem bastante a ultima resenha, não esqueçam de comentar, e para quem ainda não participo, pode participar até hoje. Só clicar aqui.
Obrigada a todos que participaram. Em breve sai o resultado.

"Nem sempre o que queremos é o que realmente precisamos."


Sinopse:
Darcy Rhone sempre teve todos os homens aos seus pés. Tinha um emprego glamouroso, um seleto círculo de amizades e um noivo perfeito, Dexter Thaler. No entanto, tudo mudou quando Darcy se envolveu com o melhor amigo de seu noivo... Seu noivado acabou e perdeu sua melhor amiga, Rachel. Incapaz de assumir responsabilidades e de enfrentar todo esse mal-estar, Darcy foge para Londres, para a casa de um amigo de infância, imaginando que poderia passar uma borracha em tudo isso. Mas, para seu desânimo, Londres se torna um mundo estranho, onde seus truques de sedução não mais funcionam e onde sua sorte parece ter se evaporado. Sem amigos nem família, Darcy precisa dar novo rumo à sua vida e, assim, começa uma linda trajetória rumo ao crescimento e ao amor.

Darcy é uma mulher com um bom emprego, uma boa classe social e está preste a casar-se com Dexter, muito bem sucedido também, bonito e charmoso, formado em Direito. Darcy tem como melhor amiga, Rachel, que em sua concepção não é uma garota muito bonita, mas é inteligente. As duas estão juntas desde que eram pequenas.

Mas o mundo de Darcy cai quando ela descobre que Rachel e Dex estão a traindo, e assim, Dex descobre que não era só ele que estava traindo, pois Darcy estava tendo um caso com Marcos, seu melhor amigo. E para completar, Darcy está grávida.
"E queria ficar com ele para sempre. Fiquei impressionada com o fato de que uma decisão monumental poderia ser tomada em um instante e mudar todas as coisas da nossa vida"
É o segundo livro que leio da autora, e gostei bastante, o primeiro que li foi A Noivo da Minha Melhor Amiga, que é a história desse livro, porém, pelo ponto de vista de Rachel.

Darcy é uma personagem convencida, charmosa e muito exibida, porém, por dentro dessa mulher forte e auto confiante, qualquer um que a conhece bem, pode perceber o quanto ela é insegura si mesma. Ao longo do livro, podemos perceber o quanto ela inveja as mulher que são um pouquinho mais bonitas que ela, com um sapato ou uma roupa mais atraente, e até mesmo com um companheiro mais bonito. Pois para ela, tudo gira em seu redor, ela sempre tem que ser a melhor, a mais bonita e a mais desejada.

Em sua concepção, Dex só está com Rachel para tapar o buraco enorme que ela imagina ter deixado, mas todos podemos perceber que não é bem isso. E quem leu O Noivo da Minha Melhor Amiga, sabe bem do que estou falando.
"Inúteis são as coisas que você aprende lendo revistas de moda. Inútil é querer saber o motivo da separação de alguma celebridade."
Marcos, seu querido amante é incrivelmente frio, mas Darcy imagina que é somente o jeito dele, que ele a ama muito, mesmo que nunca tenha falado isso diretamente e sinceramente. Darcy em alguns momentos chega a implorar carinho ou uma simples palavra de amor, e mesmo assim, não percebe que Marcos não sente nada por ela.


O que posso dizer é a autora nos trás uma das piores personagens que já vi, se não a pior. Tudo me irrita nela, afinal, todos devem concordar com ela, pois "Darcy é o centro de tudo". Mas, isso muda quando ela vai morar com Ethan, um antigo amigo de infância. Adorei Ethan, é um personagem essencial, um homem sincero e justo, me apaixonei por ele.

Enquanto lemos o livro podemos perceber o quanto Darcy quer se esforçar para melhorar, fiquei muito feliz, pois no começo, mesmo com a notícia da gravidez, a única coisa que ela pensava era como seu corpo iria ficar horrível depois e durante e depois de grávida, eu ficava extremamente irritada.
"Amor e amizade. São eles que nos fazem ser quem somos e podem nos mudar, se deixarmos."
O que mais gostei no livro foi que a autora nos mostrou uma personagem diferente, que nem sempre é a "mocinha perfeita e simpática que adora todo mundo e acha seu príncipe encantado". Achei muito legal ler um livro onde a protagonista fosse quase uma vilã, de tão egoísta e fútil. Foi maravilhosa a transformação que acontece com Darcy, adorei, nos mostra que tudo é possível e todos podemos mudar se realmente quisermos. Então valeu bem a pena ter me irritado até o meio do livro, pois acho que foi o propósito mostrar o quanto a protagonista evoluiu.

A história nos faz refletir sim, nos faz pensar quando estamos agindo de forma irritante ou pensando somente em nós mesmo, nos esquecendo o que acontece ao redor do mundo. A narrativa é muito fácil de acompanhar e gostosa, em primeira pessoa. O que torna a leitura bem rápida, não mais que dois ou três dias.

O final é muito lindo e fofo, adorei o rumo que as coisas acabam tomando e o livro nos prende em diversas partes para chegar ao final de tudo e descobrir como Darcy se tornou a pessoa que é agora. Leitura super recomendada.

6 comentários:

  1. Oie ^^
    Nunca li nada da autora mas acho as capas dos seus livros bem legais , a premissa é bem interessante e gosto um pouco de romances e tenho certeza que vou gostar desse ... Gostei do que você citou que o personagem não eram o casalzinho perfeito ( risos ) o que me deixou mais curioso para leitura :)
    Bela resenha *-*
    Beijos !
    Um Grande Vício Literário | Compartilhe Seu Vício

    ResponderExcluir
  2. Oi Cat!

    Nunca li nenhum livro da Emily Gifiin, mas todo mundo a elogia bastante. Pelo o que você falou da personagem, não sei se eu leria. Normalmente eu já tenho problemas demais com personagens femininas, imagina então uma que só pensa nela? Deus me livre. Não sei porque, mas a personalidade da Darcy me lembrou demais a da Katniss, de Jogos Vorazes. E adivinha só, tenho ranço dela também! hahaha

    Beijos!
    http://roendolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Tudo bem?
    Esse livro parece ser mt legal mesmo, já li alguns da autora mas ainda não esse, com certeze esta no meus desejados e espero gostar tanto quanto vc.
    Tbm adoro a narrativa da autora. Ótima resenha.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Geralmente a questão do adultério em livros está relacionada aos homens, até então nunca tive a oportunidade de ler algum no qual a mulher estivesse no polo ativo. Resta evidente aqui a evolução das mulheres em todos os sentidos, é bom saber que o mundo das letras está acompanhando essa evolução. Já li um livro da Giffin "Coisas do coração", é um romance gostoso, fácil de ler. Se este seguir a mesma linha, certamente eu apreciarei, mais um pra minha lista.

    ResponderExcluir
  5. Já li um livro dessa autora (Uma Prova de amor) e ameeei demais, a autora escreve com uma leveza, faz a história ser encantadora. Estou trocando um livro, por este da resenha. Já posso sentir que será uma excelente aquisição. *---*

    Bjooos!

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um livro legal, mas não um livro que eu sinta muita vontade de ler, não é meu "estilo" de leitura.

    Beijos, INconvencional!

    ResponderExcluir

© REALITY OF BOOKS - 2012. Todos os direitos reservados.
Por: SHAIRA FOTO E DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo