Reality Of Books: Resenha: Quase Pronta - Meg Cabot

Resenha: Quase Pronta - Meg Cabot

Esse livro foi a minha terceira meta da Maratona Literária cumprida. Ai vai a resenha para vocês:





Sinopse:
Samantha foi convidada a passar o final de semana na casa de campo do seu namorado que não é ninguém menos que o filho do presidente! David tem mil atividades programadas para eles, mas Samantha desconfia que ele a tenha convidado por outro motivo. E, se for verdade, ela não tem certeza se vai estar preparada...












Sam, depois de ter salvado a vida do Presidente dos Estados Unidos, conheceu David, e já estão juntos há mais de um ano. A cabeça de Sam está cheia, pois além de ter que estudar, frequentas suas aulas de artes e ter todas as suas responsabilidades de adolescente, seus pais a obrigam a arranjar um emprego de meio período, para poder ter mais responsabilidade e saber dar valor ao próprio dinheiro. Então, Sam consegue uma vaga em uma Videolocadora.

O feriado de Ação de Graças está próximo e David faz um convite a Sam para passar o feriado com ele e seus pais em um clube. Sam percebe que David acha que está na hora dos dois aprofundarem a relação tendo sua primeira relação sexual. Será que Sam consegue dar conta de tudo isso?

"A menos que alguma coisa mude drasticamente, parece que as coisas vão demorar muito para melhorar."

Essa é a continuação de A Garota Americana, que assim como o primeiro livro, está muito gostoso e adorável de ler. A história é simples e curiosa. Nos prende do inicio ao fim, só consegui largar depois da última página e adorei o desfecho. Porém, senti falta de algo mais "grave" na história, pois ficou algo repetitivo a protagonista pensando somente naquilo quando outras coisas estavam acontecendo ao seu redor e poderia ter sido mais destacado.

Como sempre, Meg consegue me fazer rir e querer mais. Com certeza, A Garota Americana, deveria virar uma grande série de livros, eu adoraria, uma pena que os únicos dois livros são extremamente rápido, li cada um em um dia.

"Depois que você se faz de boba algumas centenas de vezes, você aprende o que dá certo e o que não dá."

Poucos personagens novos entram na história, e muita coisa diferente acontece, principalmente com Lucy, irmã de Sam, e sinceramente, adorei a mudança, mas como disse acima, poderia ter focado mais em certas coisas, mesmo assim, nenhum momento ficou maçante ou chata, pelo contrário, devorei as páginas rapidamente querendo mais.

Continuo me identificando e adorando Sam, mas também peguei um grande afeto por Lucy, e claro, por David, o maravilhoso namorado de Sam. David é extremamente tranquilo, atencioso e compreensivo. Quem não quer um garoto daqueles?
Recomendo o livro a todos que querem uma leitura fácil, rápida e divertida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© REALITY OF BOOKS - 2012. Todos os direitos reservados.
Por: SHAIRA FOTO E DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo